.

1 2 3 4 5

18 de dezembro de 2012

Postado por Monique | Marcadores:
Todos sabem que se você navegar pela internet tempo o suficiente, você verá algo doentio. É mais provável de acontecer quando você navega pela deepweb. Eu vi poucas coisas assim, e não ligo de admitir, mas uma coisa que eu sempre me lembrarei é um site chamado “normalpornfornormalpeople.com” (pornô normal para pessoas normais).
A primeira coisa estranha desse site é a que eu não consegui achá-lo procurando por ele em buscadores. Foi enviado ao meu e-mail por um desconhecido:

“Fala aí, cara 
Achei esse site muito bom e penso que você iria gostar
normalpornfornormalpeople.com
Passe adiante, pelo bem da humanidade”

Belo contexto para um e-mail corrente, porém o link realmente atiçou minha curiosidade. Eu estava tendo um dia enfadonho quando recebi a mensagem. Me certifiquei de que meu anti vírus estava ligado e cliquei.
Era um site muito genérico.Imagino que o criador não deu a mínima importância em fazê-lo parecer profissional. Na pagina principal havia um longo e entediante texto em má ortografia, dizendo algo irrelevante do qual não me recordo claramente.
O site tinha um slogan estranho:
“Pornografia Normal para Pessoas Normais, Um Site Dedicado a erradicação da sexualidade anormal”.
Como soou, eu não tinha mais certeza se eu estava aqui para assistir pornografia ou se estava em uma programa psicopata. Mas eu estava lá naquele momento, de qualquer forma, e estava curioso para saber com o que “pessoas normais” se excitam. Desci a página, passei pelo enfadonho texto e... nada! A página parecia não ter links. Eu estava prestes a fechar quando percebi que cada palavra no site possuía um link.
Então eu cliquei em uma das palavras, e fui direcionado a uma pagina em branco que continha uma longa lista de links do tipo "http://www.normalpornfornormalpeople.com/*letras aleatórias*". 
Parei por um momento e perguntei a mim mesmo se eu realmente deveria gastar meu tempo clicando em vários links que possivelmente detonariam meu computador. Finalmente cliquei e fui enviado para outra página. Essa página tinha mais links.
Eu estava quase mandando tudo se foder, mas acabei clicando no terceiro link e um vídeo começou a baixar. Chamava “peanut.avi” (amendoim.avi). Tinha 30 minutos. O vídeo tratava de de um homem, uma mulher e um cachorro numa cozinha. A mulher fazia sanduíches de manteiga de amendoim, reservava, e o homem jogava no chão, e então o cachorro comia. Essa cena se repetiu por insuportáveis 29 minutos. Obviamente a câmera parava de filmar até o animal aguentar comer novamente, e o cachorro ia parecendo muito mais cansado ao decorrer das pausas.
Eu sei o que você está pensando: “que raios isso tem a ver com pornografia?”. Nem eu acredito que  vi cerca de doze desses vídeos, e a maioria não tinha conteúdo sexual.
Depois de assistir o Peanut, fui para um fórum onde comentávamos desses merdas estranhas para falar a respeito desse site equisito, mas alguém já tinha criado um tópico sobre isso. As postagens do tópico eram de outras pessoas que também não tinham nada de útil pra fazer, ficaram revirando o site, e postaram vários links de outros vídeos no tópico.
Através daquela troca de links, vi mais de uma dúzia de vídeos, que tratavam de coisas triviais. Vi alguns de pessoas falando com o câmera numa sala vazia, exceto por uma mesinha e poucas cadeiras. Eu disse literalmente que a sala era vazia (com aquelas exceções citadas). Nada na parede, nenhum enfeite ou móvel. A sala inteira passava uma sensação de frio, de vazio - dava para sentir.
As conversas com o câmera eram irrelevantes. Falavam sobre trabalho, momentos vergonhosos na infância... Eu esperava por algum tipo de discussão no nosso fórum sobre o que as pessoas queriam filmando tudo aquilo, ou sobre o que o site queria dizer, mas não chegávamos a conclusão alguma.  Não dava nem para imaginar que aqueles vídeos tinham qualquer conteúdo sexual senão pelo nome do site onde se encontravam! Jamais imaginaria-se o cunho sexual caso víssemos os vídeos em outro contexto. Apenas havia um detalhe: as pessoas que apareciam nas filmagens eram bastante atraentes.
No entanto, relevando esses vídeos sem-noção, havia os outros que continham algo que poderia ser chamado de “sexual” realmente, e eram onde as coisas ficavam estranhas.
Darei breves descrições dos vídeos estranhos, e se você for curioso e acabar interessado, pode tentar procurá-los pela web.

Lickedclean.avi (Limpeza de lambidas) 
Um vídeo de 10 minutos filmado em péssimo ângulo, provavelmente por uma câmera escondida, onde inicialmente vemos um mecânico trabalhando numa maquina de limpar carros. Quando ela finalmente acaba consertada, o mecânico fala brevemente com o homem que era aparentemente seu proprietário e sai de cena.
O dono da máquina checa se o mecânico realmente havia saído e, começa a lamber toda a superfície da maquina. Isso dura 7 minutos.

Jimbo.avi
Um vídeo de 5 minutos onde vemos um mímico gordo fazendo uma performance.
Era até engraçado, principalmente a parte em que ele fingia se sentar numa cadeira e a cadeira quebrava com seu peso.
Nos últimos trinta segundos, a câmera cortou brevemente, e logo volta para o homem, que estava gemendo, ainda vestindo a roupa e maquiagem de mímico. Algum tipo de fetiche bizarro?

Dianna.avi 
Um vídeo de 4 minutos onde o câmera conversa com uma mulher em uma sala (diferente da sala mórbida do vídeo descrito anteriormente, antes de Jimbo). Essa sala parecia uma normal para uma casa.
A provável Dianna falava sobre tocar violino. Obviamente, enquanto isso, ela tocava violino, mas frequentemente se distraia com algo. 
Eu não percebi até comentarem no fórum, mas no espelho de fundo, podia-se ver a perturbadora cena de um homem gordo vestindo uma mascara de galinha se masturbando.

Jessica.avi 
Outro vídeo de 4 minutos. 
Dessa vez ele se passa fora de uma casa, e o câmera conversa sobre canoagem com uma jovem.
Ocasionalmente há zoom na cidade atrás deles. A coisa estranha é que ninguém do fórum conseguiu identificar que cidade era essa. Lembrando que o fórum era internacional; havia pessoas da Europa à Austrália até nas Filipinas, mas ninguém havia ideia de onde essa rua ficava.

Tounguetied.avi (Amarrado com a língua) 
Um vídeo de 10 minutos.
Os 5 primeiros minutos mostram uma senhora bastante idosa vestindo um manequim.
O vídeo corta como em Jimbo exatamente na metade, e a cena é um grupo de manequins enfileirados ao redor da câmera. As luzes estavam fracas, e não havia sinal da senhora. 

Stumps.avi (Toco)
 Um perturbador vídeo de 5 minutos onde vemos um homem sem pernas tentando dançar break num tapete de dança (daqueles de jogos de vídeo game). O local se parece com a cozinha do do vídeo Peanut, porém muito suja. 
Havia um rádio tocando música bem baixa, no fundo, mas ela pára aos 4 minutos exatos, quando o homem toco cai, exausto, no tapete.
O homem respira ofegante, e implora para alguém que não aparece no vídeo que o deixe descansar. Essa pessoa oculta se enfurece e grita para que ele continue dançando. Assim ele o faz. O ser oculta começa a gritar novamente, e o vídeo acaba.

Privacy.avi (Privacidade) 
A mulher do Dianna se masturba num colchão naquela sala sem graça e vazia do segundo vídeo, enquanto o homem toco de Stumps anda com suas mãos, com uma máscara de goblin cobrindo sua face.
A porta dessa sala esteve fechada nos outros vídeos, mas agora estava aberta, e mostrava apenas o negrume de um recinto completamente escuro.
Perto do fim, pode-se ver o pequeno vulto de animal correndo pela porta de entrada.

E finalmente o terrível Useless.avi (Inútil) 
Em seus 18 minutos, uma jovem loira de um dos primeiros vídeos permanece deitada num colchão na sala sem graça e vazia. Ela tenta gritar mas sua boca está coberta por uma fita adesiva. 
Depois de 7 minutos, um homem vestido de preto com a face oculta por uma máscara abre a porta, mas não entra. Ele dá passagem ao animal que vimos de relance em PrivacyEra um chimpanzé adulto que teve os pelos arrancados, e o corpo todo pintado de vermelho. Parecia faminto e machucado, com feridas profundas em seus ombros e costas. 
Quando o chimpanzé finalmente entra, o homem mascarado fecha a porta atrás dele, permanecendo dentro do recinto.
O chimpanzé, provavelmente cego, aspira o ar e percebe a mulher deitada no colchão. Desesperado, começa a espancá-la. O ato dura por 7 agonizantes minutos, até que a mulher acaba falecendo. O chimpanzé come sua carne fresca nos 4 minutos finais.

O fórum explodiu de comentários e novos usuários depois que esse vídeo foi descoberto, e as pessoas discutiram sobre o assunto por toda a madrugada.
Quando eu voltei ao fórum no dia seguinte, percebi que os tópicos tratando do assunto haviam sido deletados. Tentei criar um tratando do tema, e fui banido. Tentei mandar um e-mail para quem me mandou a corrente com o link do site. Cinco mensagens, nenhuma resposta.
O Site fechou três dias depois do vídeos sinistro do chimpanzé. Imagino que alguém contatou as autoridades sobre isso.
A única prova de que esse site existiu foram alguns prints tirados de vídeos que o povo salvou e colocou na internet por torrents. O vídeo mais famoso, Useless, ainda pode ser achado em raros sites de gore por aí. Sempre que se jogar na web algum vídeo de “normalpornfornormalpeolpe.com”, ele será rapidamente deletado.

Traduzido da versão em inglês de http://fyeahcreepyshit.tumblr.com/post/18694367684/normal-porn-for-normal-people-everybody-knows


4 comentários:

  1. No site, só tem o Impression.AVI, Shack.AVI e Clean.AVI.

    ResponderExcluir
  2. Esse impression e shack são relativamente novos. Mas acho que o site é fake; uma forma de popularizar mais essa creepy.

    ResponderExcluir

Escreva, monstrinho.