.

1 2 3 4 5

18 de dezembro de 2012

Postado por Monique | Marcadores: ,
                Um meio bonitinho e original de apresentar aos pequeninos o vampirismo.
                O conde Duckula foi um personagem de cartoon propagado na Grã-Bretanha em meados dos anos 80. Em 1988, Duckula apareceu na televisão britânica como um seriado de animação, e posteriormente, deus as caras nos Estados Unidos. Também em 1988, Ducukla ganhou uma série em revista bimensal de quinze edições da Marvel Comics.
                Ele era um pato vampiro, e parecia um cruzamento entre o Dráculo e o Pato Donald, vestindo seu black-tie preto esquisito e uma manta ainda mais estranha. Morava na atual Transilvânia (claro), no Castelo Duckula, junto com os criados Igor e Nanny.
                Duckula tinha um caixão mágico que tinha o poder de transportar não somente ele, mas o castelo todo para qualquer lugar, sendo essa a base de suas aventuras.
                Embora viesse de uma temida linhagem de patos vampiros, e sendo motivo de terror entre os moradores da vila, Duckula não bebia sangue. Ele sequer tinha presas, era vegetariano, e preferia suco de vegetais a sangue.
                Eis uma divertida série infantil que nos leva a crer que Meyer não foi lá tão original quanto dizem as bocas ao criar o clamado Twilight...

0 comentários:

Postar um comentário

Escreva, monstrinho.