.

1 2 3 4 5

7 de outubro de 2014

Postado por Monique | Marcadores: , ,


Duvido que alguém com inclinações ao sobrenatural, tais como os leitores do Brasil Bizarro, não tenham jamais ponderado aprofundar estudos em filosofias controversas tais como o Satanismo ou Thelema, ou mesmo estudos em vertentes do Ocultismo. Aposto que todo mundo aqui já pensou, mesmo que superficialmente, no caso.
Não sou Satanista, confesso que acho uma filosofia realmente babaca, mas com uns treze ou quatorze anos, confesso que tinha uma queda exasperada pelo Satanismo Moderno. Acho que crescemos e aprendemos, e hoje acho o Satanismo Moderno (e mesmo os cultos ancestrais destinados ao literal arquétipo de Satanás) algo muito infantil e banal...
Mas não sou à favor de jogar a gente realmente à iniciante - mas com potencial curiosidade pelo Oculto - livros de Hermetismo ou Goetia, pois estes são muito complicados e requerem uma desvinculação maior com o pensamento conformista de nossa sociedade alienada e, acima de tudo, capacidade espiritual e intelectual não apenas para entender, mas para lidar com tais vertentes de Ocultismo. 
Novamente enfatizando, não indico que os curiosos se joguem de cara no Thelema, Goetia, Hermestismo, etc, pois há duas possibilidades para os iniciantes que o fizeremou virar cético e ignorante pelo resto da vida porque a amarração da galinha preta com farofa não funcionou, ou o bagulho funcionar mesmo e o cidadão se foder por não estar  apeto a lidar com tais forças!

Pois bem, começamos a escrever e a ler aprendendo o alfabeto... Para fugir da alienação, portanto, indico o Satanismo Moderno pelo menos como trilha inicial
Um leitor desavisado pode me olhar com o cenho franzido e dizer, caralho, mas tu diz que Satanismo é trilha para iniciantes, e não Angeologia? Mexer com capiroto é mais seguro que com anjos? Se joga na Goetia logo, porra! Angeologia, tal como Goetia, Hermetismo, Thelema, etc, requerem uma dose bastante apurada de desvinculação para com as normas sociais contemporâneas e, acima de tudo, familiaridade e potencial crença em magia - coisas que o Satanismo Moderno, se bem aproveitado, podem proporcionar.
Há gente que diz que o Satanismo Moderno é um nome "trevoso" para o Ateísmo, mas estando eu de mãos dadas com o Ateísmo na época em que passei a flertar com o Satanismo, digo que não; o Satanismo é uma forma sutil de se desvincular do ateísmo (no meu caso) e, em outros casos, do Cristianismo, Catolicismo e outras ideologias da Massa. (...) O que pode ser difícil é vencer o preconceito que o nome proporciona!
Que tal dar uma lida neste texto sem pudores, jogando aos ares tudo o que te disseram de SATÃ ao longo de sua vida entrevada?
Antes de mais nada, tire esse povo da sua cabeça quando ouvir falar em Satanismo:


Tenha como base os seguintes pontos
  • • A Lei do Talião é a maior das leis. Bondade àqueles que a merecem, em vez de amor desperdiçado aos ingratos.

  • • Viver intensamente, sem culpa ou pecado. E não se restrinja por convenções, moral ou imposições. Satã representa indulgência, em vez de abstinência.

  • • Satã representa vingança, em vez de virar a outra face.

  • • Satã representa responsabilidade para o responsável, em vez de relacionamentos com vampiros psíquicos!

  • • Satã representa todos os assim chamados pecados, pois eles levam a uma gratificação física, mental e emocional.

  • • Todas as relações humanas são baseadas em interesses. Não existem amigos: existem concorrentes ou aliados. Isso não é usar as pessoas, mas conviver em sociedade. Tudo é troca.

  • • O corpo é um altar. A mente é o trono. Auto-valor é indispensável!

Breve explicação sobre a ideologia do Satanismo Moderno

Ame quem te ame, e odeie quem te odeie. 
É viável citar o clichê: Se alguém lhe der um tapa na cara, revide.

De onde vem a palavra Satã?

Satã vem do hebraico e significa adversário. O nome foi utilizado porque o arquétipo histórico e cultural de Satã representa o rival do cristianismo - enfatizando que não como algo mau, mas somente algo que se opõem completamente a tal. 
Particularmente acho a atitude de Lavey em denominar a religião como Satanismo um ato esdrúxulo e desnecessário, pois embora há um belíssimo significado por trás da palavra relacionada à oposição e tudo mais, é inegável dizer que essa escolha é uma jogada sensacionalista; o medo atrai ou repele de imediado as pessoas, e uma religião com nome do personagem mau da bíblia, relevando o significado metafórico da palavra, é tanto atraente como repugnante.
O nome Satanismo obviamente gera muita confusão com o Sabbath das feiticeiras, Magia Negra, e tantos outros cultos ancestrais destinados ao literal arquétipo de Satanás executados na antiguidade. É importante frisar que o Satanismo Moderno não tem relação com nenhum desses cultos.


De onde saiu o Satanismo Moderno, e por que moderno?

O Satanismo Moderno nasceu com a publicação de A Bíblia Satânica e com a consecutiva formação da Church of Satan, ambos feitos de Anton Szandor Lavey em 1969. Toda manifestação anterior ligada ao nome Satanismo é referência às religiões cristãs e não englobam a dita cuja oficializada religião Satânica. Tal como dito no último parágrafo da fornecida à resposta anterior, o Satanismo Moderno não tem relação com Magia Negra, Sabbath das feiticeiras ou qualquer outro culto destinado ao literal arquétipo Cristão de Satanás.
Comm a criação da Igreja de Satã e posteriormente com a publicação em 1969 da Bíblia Satânica LaVey organizou uma crença que tem como figura máxima o indivíduo e não alguma deitade exteriorizada. No Satanismo moderno a forma máxima a ser aspirada é o próprio ser humano, com todas as suas forças e fraquezas, perfeições e falhas.

Quem afinal é o deus do Satanismo?

Você.
O Satanismo engloba o ser humano como a entidade máxima, e o discípulo centraliza a vida toda nisso - no desenvolvimento de si mesmo.
O único ser idolatrado no Satanismo é o próprio indivíduo. Eis a entidade máxima da religião, o único que deve ser venerado. O indivíduo é a personificação concreta de Satã. Satanismo é culto a Satã, ou seja, a si mesmo. Todo ato satânico é feito visando desenvolvimento mental, espiritual, físico, ou qualquer coisa que possa vir a satisfazer o indivíduo.
Desse modo, os demônios citados na Bíblia Satânica são todos arquétipos para denominar energias e forças internas. Da mesma forma que Satã somos nós, os chamados demônios são a personificação de outras coisas. Lúcifer, por exemplo, é o condutor da luz, espírito do ar, a personificação da iluminação espiritual. Logo, ao fazermos um ritual para Lúcifer, o fazemos para a iluminação espiritual.


Alguma promessa transcendental? Rituais? Magia?

Ao contrário da maioria das religiões, além de abolir a crença em entidades exteriores, o satanista não flerta com promessas relacionadas ao que vem depois da morte, principalmente porque ele não se preocupa com questões desse tipo - sua única meta é viver, viver aqui e agora, da melhor forma possível, desfrutar de bens materiais e dos prazeres oferecidos à carne à mente.
Sua única certeza é a vida, e é para ela que eles estão aqui, sem se preocupar com um julgamento final e sem temer o desconhecido. Não deixam de viver por alguma forma de temor posterior à vida.
Não há sacrifício de bebês, animais, virgens, nem nada semelhante. Sacrifícios nessa religião não existem. A vida é o bem mais precioso do homem e a única coisa que um Satanista jamais pode fazer é acabar com a vida de outra pessoa, já que eles prezam, acima de tudo, a vida sua e dos outros.
Há rituais e algumas rezas simples de pouco cunho místico, em sua maioria destinados ao aperfeiçoamento do caráter do discípulo. Algumas pessoas os praticam de modo absolutamente cético, atribuindo os resultados dos empreendimentos à psicologia humana, sem qualquer cunho mágico, simplesmente trabalhando com alavancagem das rezas e rituais. 
Há também outros indivíduos que acreditam em alguma força mística, escondida por vidas medíocres sem a prática satânica. Estes creem que o Satanismo, com suas meditações e rituais, é uma forma de trazer à tona essa força e tornar a vida moldável às suas mãos.
Portanto, o Satanismo Moderno acopla tanto indivíduos extremamente céticos, quanto alguns com inclinações ao misticismo.


Resumindo...

O Satanismo Moderno é a filosofia que prega que o homem é o único Deus real e a prática religiosa que visa o constante desenvolvimento do indivíduo para que ele consiga chegar ao status de divindade, isso através de exercícios e práticas que visam o autoconhecimento e o desenvolvimento do Ego Satânico, é somente reconhecendo as próprias limitações que podemos ultrapassá-las, a única forma de nos tornarmos fortes é em primeiro lugar reconhecendo e identificando nossas próprias fraquezas. Nos rituais mágicos o Satanista busca a imposição de sua própria vontade na realidade que o cerca, mas sabe que apenas a magia não é suficiente a ação também é necessária para que se consiga aquilo que se deseja.

Outra crença muito forte é a na importância de viver o momento. "Não existe um paraíso de glorioso esplendor ou um inferno onde os pecadores queimam. Aqui e agora é o nosso tormento! Aqui e agora é o nosso momento de alegria! Aqui e agora é a nossa oportunidade! Escolha então este dia, esta hora, pois nenhum salvador viveu!". Isso não significa uma vida baseada apenas em seguir o desejo do momento e uma constante preocupação em estar sempre vivendo o momento, sem desperdiçar um segundo, esta crença apenas aponta que qualquer plano para o futuro começa na ação aqui e agora, não adianta esperar, as coisas apenas acontecem quando você as faz acontecer, o passado deveria servir de combustível para o presente e não como uma âncora que te prende em lembranças e sentimentos.

Se aprofunde nessa bagaça!

Não falo muito de religião aqui no blog, nem da minha própria, muito menos da dos outros... Enfatizando que minha fase sinistrae parou aos meus quatorze anos. Como disse no começo do texto, indico muito o aprofundamento do Satanismo Moderno ao pessoal pouco familiarizado com o Ocultismo e que quer se livrar das rédeas conformistas. 
Enfim, fica aqui uma listinha legal de sites sobre Satanismo Moderno:



0 comentários:

Postar um comentário

Escreva, monstrinho.