.

1 2 3 4 5

19 de julho de 2014

Postado por Monique | Marcadores: , ,
A Bruxa dos Bells é uma história sobre acontecimentos sobrenaturais provocados por perturbações de uma entidade misteriosa, que ocorreu em uma casa no distrito de Adams, estado de Tennessee (EUA) entre os anos de 1814 e 1821.

Diz-se que esses eventos foram testemunhadas e documentadas por centenas de pessoas.
Entre aqueles que dizem ter testemunhado esses acontecimentos estranhos, está o ex-Presidente dos Estados Unidos Andrew Jackson, e por isso ele é um dos eventos mais famosos e documentado na história paranormal.
Alguns acreditavam que a bruxa de Bell era uma mulher, chamada Kate Batts, uma vizinha muito estranha de Bell, que tinha um processo contra Bells sobre a posse de sua terra.
Muitos pesquisadores ao longo dos anos passaram a acreditar que a "bruxa" era na verdade um poltergeist, e que a casa de Bell foi construída sobre um cemitério indígena, motivo pelo qual existiam tantas perturbações.

Segundo a história, as perturbações começaram em 1817, quando John Bell encontrou um animal muito estranho em um campo de milho de sua propriedade.
O animal foi descrito como tendo o corpo de um cachorro e uma cabeça de um coelho, e desapareceu quando John Bell atirou nele.
O incidente foi rapidamente seguido por uma série de manifestações estranhas.
O ruído de batidas, mordidas e matigações começaram em volta e fora da casa, mas eventualmente surgiam dentro da casa de Bell.
Em seguida os filhos de Bell relataram a seus pais que seus lençóis estavam sendo regularmente arrancados das camas e atirados no chão por uma força invisível.
A família então relatou que começaram a oubir uma voz embargada que surgia à noite, fazendo ruídos grotescos.


Apesar de tudo isso, John Bell não acreditava que qualquer entidade sobrenatural estava causando esses acontecimentos misteriosos.
Após esse episódio as coisas pioraram.
Certa vez a filha mais nova de Bell, Betsy Bell e seu irmão foram violentamente agredidos.
Seus cabelos eram puxados e uma força invisível batia em seus rostos.
Mas, John Bell era um homem orgulhoso e teimoso, advertindo sua família para nunca contar a ninguém o que estava acontecendo na casa, para que os vizinhos e outras pessoas não pensassem que eles eram loucos.
Estes eventos continuaram por mais de um ano antes de John Bell finalmente quebrar o sigilo e contar os seus vizinhos, James Johnston e sua esposa.
Ambos relataram que haviam testemunhado muitos dos acontecimentos estranhos e assustadores na casa de Bell.

Foi neste momento que os acontecimentos bizarros que ocorriam na casa de Bell se tornaram conhecidos de toda a comunidade, esspecialmente os relatos sobre uma voz que surgia falando alto e claramente, cantando, e até mesmo citando a Bíblia e eventos com precisão, descrevendo fatos acontecidos em em lugares que estavam à quilômetros de distância.
O ex-Presidente dos EUA, Andrew Jackson ouviu falar do fantasma que assombrava a família Bell, e então decidiu ver de perto.
Isso foi em 1819. Quando Jackson e sua comitiva estava, perto da fazenda Bell, eles encontraram uma presença invisível que parou sua diligência na trilha, então imaginou que seria a Bruxa dos Bell que seria a responsável por aquele fato.
Naquele momento um dos homens do grupo de Jackson alegou que aquela entidade era uma "bruxa tamer", e que então eles iriam eliminar o espírito.
De repente o homem começou a gritar e contorner seu corpo, logo após fazer esta declaração.
Jackson e sua comitiva deixaram a fazenda de Bell por volta do meio dia do dia seguinte.
Dizem que Jackson falou: "Eu prefiro lutar contra todo o Exército britânico do que lidar com a Bruxa dos Bell".


Betsy Bell se tornou noiva de um vizinho chamado Joshua Gardner.
Logo em seguida a entidade que perturbava os Bell começou à seguir e insultar Joshua, provocando e os agredindo sempre que estavam sozinhos.
Betsy terminou o relacionamento na véspera da Páscoa do ano de 1821.
A voz macabra da entidade continuou de forma muito clara a declarar sua antipatia por John Bell, e de sua intenção de matá-lo.
Bell sofreu freqüentes ataques de socos e tapas em seu rosto, muitas vezes deixando-o sem fala.
John Bell morreu em 20 de dezembro de 1820 de forma misteriosa.
Um frasco que continha seu remédio foi trocado por um veneno mortal.
O médido foi chamado para investigar, e seu veredito foi envenenamento acidental.
Logo este engano foi atribído a bruxa dos Bells.

Um frasco pequeno e estranho contendo um líquido não identificado que ele tinha aparentemente ingerido por acidente foi encontrado perto do corpo.
A família disse que ouviu uma voz dizer: "Eu dei uma grande dose ontem à noite para John".
Mais tarde, no enterro de John Bell, os hóspedes funeral relataram ter ouvido uma voz rindo e cantando.
A morte de John Bell assinalou o fim dos eventos estranhos, mas Lucy Bell disse uma voz lhe disse que a entidade voltaria em 1828.
Durante a visita do mesmo ano, John Bell Jr. disse que uma voz falou com ele, prevendo eventos como a Guerra Civil Americana, a Grande Depressão e as duas Guerras Mundiais.
Segundo a história, entidade realmente voltou em 1828, e em seguida disse que retornaria após 107 anos, em algum momento no anod de 1935.

Muitas pessoas acreditam que o espírito retornou em 1935, e passou a residir na propriedade de Bell, e permanece lá até hoje.
É relatado que os sons fracos de pessoas falando e crianças brincando às vezes pode ser ouvido na área da propriedade.
Na antiga propriedade do Bells existe uma caverna.
Os atuais donos relatam que acontecem eventos muito estranhos nesta caverna.
Seria hoje a caverna o local onde a Bruxa dos Bells está presente?
A atual proprietária das terra dos Bells afirma que na caverna da propriedade existem coisas estranhas acontecendo.
Seria a Bruxa dos Bells?
Para alguns a Kate Batts, a excêntrica vizinha dos Bells que disputava terras foi quem jogou a maldição que matou John.


Na cultura popular

- O livro "Other Words", publicado com o pseudónimo de Barbara Michaels (Barbara Mertz) em 1999, inclui uma versão detalhada da lenda da Bruxa de Bell.

- "All That Lives", publicado em 2002 é um romance baseado na lenda e o título vem da resposta que a bruxa terá dado à pergunta "o que és?", "sou tudo o que vive".

- "Bell Witch: The Movie" com Betsy Palmer, foi filmado em 2002 no Tennessee e lançado directamente em DVD em Setembro de 2007.

- "The Bell Witch Haunting" é um filme de 2004 produzido pela Willing Hearts Productions. Foi filmado perto do local original dos acontecimentos e o realizador afirmou ter tido dificuldades nas filmagens devido a pequenos acidentes como incêndios e diz que, na sua opinião, a Bruxa dos Bell pode ter sido a responsável.

- No dia 5 de Maio de 2006 estreou mais um filme baseado na lenda chamado "An American Haunting". O filme é de terror e foi escrito e realizado por Courtney Solomon que se baseou em grande parte no romance de Brent Monahan"The Bell Witch: An American Haunting". A explicação que o filme dá para os fenómenos paranormais vem do romance e afirma que John Bell abusou sexualmente da sua filha e que são as suas memórias distorcidas que a fazem pensar que os ataques foram efectuados por um ser paranormal. Apesar de ter sido baseado num romance e numa lenda, no principio do filme afirma-se que este se baseia em factos reais.

- Em Outubro de 2003, o Nashville Ballet em colaboração com a Nashville Chamber Orchestra estrearam "The Blair Witch", um ballet de um acto com banda sonora de Conni Ellisor, coreografado por Ann Marie DeAngelo e com efeitos 3D feitos pelo artista Gerald Marks.

- Em 1993 a banda Mercyful Fate lançou um álbum chamado In The Shadows, sendo que a segunda faixa desse LP se chama "The Bell Witch".

FONTE: Wikipédia

0 comentários:

Postar um comentário

Escreva, monstrinho.