.

1 2 3 4 5

18 de maio de 2014

Postado por Monique | Marcadores: , ,
Estamos chegando à Copa, bem querida por uns e repudiada por boa parte dos brasileiros. Deixando de lado o forte teor político e minha própria opinião acerca desse grande evento, vamos falar de superstições, já que o Brasil Bizarro passa longe de um blog intelectual..


O futebol mexe tanto com a paixão dos torcedores e jogadores que fazer promessas e se agarrar a superstições são atitudes comuns entre os mais fanáticos. Na hora de assistir aos jogos, bater um pênalti, estar perto de ser campeão ou de quebrar um jejum longo, vale tudo! Desde velas acesas e rezas até a escolha da roupa que vai vestir ou qual posição sentar no sofá. Você também tem as suas manias?

Tudo começa na hora de assistir aos jogos. Seja na ida ao estádio ou acompanhar a partida pela TV, os mais supersticiosos mantém um ritual. Sempre a mesma camisa, mesma bermuda, até a roupa íntima, a famosa “cueca da sorte”. Se der azar e o time perder, é hora de trocar a peça. As bandeiras devem ser penduradas sempre no mesmo local, terços e escapulários também não ficam de fora. Como diz o ditado: “em time que está ganhando, não se mexe”.
Quando o juiz apita o começo do jogo, mais manias aparecem. Alguns se benzem, outros soltam um tradicional grito de incentivo. O treinador britânico Steve Bruce, ex-Sunderland, já revelou que prefere não olhar a cobrança de pênalti da sua equipe, apenas acompanha o gol através do som da torcida. Muitos torcedores fazem o mesmo, o pênalti é um dos momentos de maior tensão dos jogos. Mas não vale gritar gol antes da bola passar pela barra, hein? Em algumas regiões do Brasil, os torcedores consideram que o grito de gol precoce pode dar azar ao lance. Vai entender!


John Terry, zagueiro do Chelsea, também coleciona manias. O jogador senta no mesmo banco no ônibus do time, ouve o mesmo CD antes da partida e estaciona o carro na mesma vaga, no estádio Stamford Bridge. Defoe, atacante do Tottenham, raspa o cabelo antes de todas as partidas. Zagallo, ex-técnico da seleção brasileira, tem sua obsessão pelo número treze, em camisas, número de partidas e até o andar do apartamento. Robinho, atacante do Milan, também conta que evita qualquer discussão com a esposa no dia anterior ao jogo, isso sempre atrapalha seu desempenho.


As promessas para ser campeão ou sair de uma situação desfavorável costumam exigir sacrifícios. Vão desde apostas com os amigos, tatuagens, procissões, até meses sem comer chocolate ou beber cerveja. Se o time está vencendo a grande final e o torcedor supersticioso está no banheiro, não duvide que ele fique lá até o fim do jogo, para garantir a vitória. O futebol é motivo das maiores loucuras! Qual a sua?


Segue uma lista com algumas das famosas mandingas do futebol:

  • Torcedor, jogador ou técnico usar medalhas, amuletos, patuás, colares, fitinhas, anéis, pulseiras, figas ou talismãs
  • Torcedor assistir todos os jogos no mesmo lugar
  • Sentar no mesmo canto do sofá
  • Torcedor usar a mesma peça de roupa, sem lavar, até o último jogo do campeonato
  • Não usar roupas com a cor da equipe adversária
  • Assistir ao jogo sozinho
  • Jogador se benzer antes do jogo ou ainda, tocar no gramado e se benzer
  • Jogador beijar a bola antes da cobrança de falta ou pênaltis
  • Goleiro beijar as traves
  • Goleiro não sair de campo por trás das barras, mas pelas laterais
  • Torcedor dar nó na camisa do clube

0 comentários:

Postar um comentário

Escreva, monstrinho.