.

1 2 3 4 5

31 de outubro de 2013

Postado por Monique | Marcadores: , , , , ,
Embora o Halloween supostamente tem origens europeis e passou para os Estados Unidos através dos imigrantes irlandeses, a comemoração não é difundida em muitos países da Europa, a considerar a Rússia, por exemplo, onde a data chega a ser menos percebida que no Brasil.
Aqui, o Dia de Finados é o equivalente do Halloween estadunidense - mesmo que não se assemelhe em questões estéticas ou na maioria das tradições, é a comemoração dos mortos - mas mesmo assim, a celebração de estilo norte-americano no dia 31 de Outubro vem tornando-se cada vez mais popular e apreciada entre os jovens.
Nos grandes centros urbanos (falo especificamente de São Paulo, visando que não sei como a coisa funciona outros estados) podemos encontrar muitas festas à fantasia, boates tematizadas, e mesmo as escolas de ensino médio e fundamental costumam trazer alguma decoração básica.
Se você não vai a nenhuma festa, está sem grana, e sabe que não estamos num lugar onde é uma opção cobrir-se com um lençol esburacado e sair pedindo doces na rua, fique tranquilo, porque este post trás algumas dicas baratas e divertidas para a noite não passar em branco.
Para quem tem amigos igualmente perdidos quanto ao que fazer, é uma boa ideia convidá-los para fazer uma roda de histórias de terror, jogar compasso ou Ouija. Não estamos falando de uma festa, pois se você tivesse dinheiro, tempo e/ou disposição para tal, provavelmente já a teria planejado - a ideia é reunir umas cinco ou seis pessoas mais chegadas e se divertirem de modo mais reservado e íntimo; nada que necessite de música alta, encher a cara sem escrúpulos ou se agarrar à primeira figura viva a sua frente.
Abaixo algumas dicas mais precisas do que fazer nessa pequena reunião, e algumas que podem ser executadas sozinho:

Maratona de filmes de terror: A televisão é sempre a saída dos mais ociosos ou sem o que fazer, e convenhamos que a falta do que fazer é indubitavelmente seu caso. Na data de hoje, podemos encontrar facilmente filmes de horror passando na TV à cabo, e há sempre a opção de baixá-los na internet. Os clássicos são sempre uma ótima pedida; The Nightmare before Christmas, Beetlejuice, Pet Sematary (ou qualquer outra obra baseada no Stephen King, como The Shining), Scream, Trick 'r Treat... As opções são infinitas. Essa atividade pode ser executada sozinho ou com seus convidados.


Maratona brega: Aos mais aficionados por filmes Cults, saiba que existem ainda zilhões de opções para você, afinal, Béla Lugosi e Boris Karloff existem para serem seus inestimáveis companheiros bizarros. Drácula (1931), Drácula (Horror of Dracula, 1958), The Black Cat e The Raven (1941 e 1963, baseados nas obras do mestre Poe e estrelando Karloff e Lugosi), são clássicos maravilhosos e boas opções para hoje. Há também filmes mais cults e não muito conhecidos mas de qualidade igualmente ótima, como Eraserhead (1977) e The Elephant Man (1980), ambos frutos de David Lynch.


Caça às maçãs: Um jogo típico do feriado é a caça às maçãs. Pegue um balde grande ou barril e encha-o com água e algumas maçãs neles. Amarre as mãos dos convidados às costas enquanto eles baixam suas cabeças na água, tentando pegar as maçãs com os dentes. Garanta algum prêmio bobinho para quem apanhar uma - que tal o direito de escolher o próximo filme para rodar na maratona, ou uma garrafa de vinho vagabundo? Uma dica é colocar um papelzinho com o prêmio anexado em cada maçã, aí você é poupado de ter que pensar em algo na hora e ainda correr o risco de ser injusto ao dar algo melhor para uma pessoa do que à outra.


Se entupir sozinho de Creepypastas: Leitores do meu blog certamente já fazem isso com frequência, mas eu sou um exemplo mau o suficiente para indicar uma dose extra de Creepypastas para você. Se sabe ler inglês, sugiro o site Creepypasta Index, que é de onde eu extraio a maioria das boas Creepys que inglês que postei e pretendo postar aqui. Para quem se limita a português, confira Creepypasta BrazilA Creepypasta e Creepypasta Dark.


Ouvir audiobooks em grupo: Ah, isso é algo que eu adoraria fazer, mas convenhamos que já li todos os contos que passarei a seguir muitas vezes, e que não me disponho a ouvi-los mais outra vez depois de todas essas. Apague as luzes, façam uma roda, e deixem se levar pela narrativa dos maiores contos do genial H. P. Lovecraft, um dos maiores contemporâneos escritores de horror e ficção que nos instiga até hoje quanto a voracidade de suas histórias. Baixes os arquivos no Site Lovecraft.


Compartilharem relatos e experiências: Quem nunca teve uma experiência no mínimo estranha? Reunidos com mais uma cinco pessoas, é certeza que, ao apagarem as luzes, acenderem uma vela e sentarem-se em roda, cada um dos indivíduos terá uma história para contar. Nada de risadinhas e gozações, e logo o clima será lúgubre graças ao inconsciente coletivo que pode gerar fenômenos psicofísico - se não isso, garanto que o clima de medo no mínimo fará com que vocês se sintam observados ou melancólicos.


Brincadeirinhas inocentes: Ouija, jogo do compasso, o do copo... Todas excelentes alternativas para os mais corajosos. Aproveite que hoje é a suposta noite onde os véus que nos separam de além-mundos se encontram mais estreitos e busque contato com essas entidades traiçoeiras e sem o que fazer que ficam se distraindo levianamente ao se comunicar com encarnados por meio de joguinhos. Note que você e essas entidades têm algo em comum...!

0 comentários:

Postar um comentário

Escreva, monstrinho.