.

1 2 3 4 5

3 de setembro de 2013

Postado por Monique | Marcadores: , ,
Tendo a peculiar Rússia como cenário, os pombos passam a caminhar em meio ao trânsito sem se esquivar dos carros, se chocarem contra paredes e muros ou caírem abruptamente enquanto voam. Algumas pessoas relatam que viram pombos perdendo o equilíbrio e caindo do parapeito de janelas, ou ainda inertes, descansando seus bicos apoiados ao solo.
Preocupados com o comportamento dos animais de Moscou, vários cidadãos entraram em contato com autoridades para relatar que as aves têm agido como "zumbis".
"Naturalmente, os pombos voavam quando alguém passava perto deles; agora simplesmente não prestam mais atenção a nada." Confessou um ouvinte a uma rádio. "Vi alguns pombos se comportando de maneira esquisita, andando em círculos..." Disse outro.
De acordo com os moscovitas, os pássaros ficaram extremamente letárgicos e aparentemente sem medo de nada, de um dia para outro, se comportando exatamente como os mais clássicos zumbis do cinema. Felizmente, não manifestaram apetite felicitado pela carne de seus semelhantes...!
Os boatos se espalharam, e na tentativa de acalmar os internautas que passaram a comentar o "apocalipse dos pombos" nas redes sociais, o vice-prefeito de Moscou, Leonid Pechatnikov, se precipitou ao afirmar que não havia risco de contágio para os humanos. Só que imediatamente a Unidade Federal de Inspeção Veterinária desmentiu o desinformado vice-prefeito, evidenciado a gafe do mesmo ao informar que os pássaros podem ser vítimas de um mal conhecido como 'doença de Newcastle', altamente contagiosa e que pode causar sintomas de gripe e infecções nos olhos de humanos.
Já adotando outra teoria, as autoridades sanitárias acreditam que as aves podem estar infestadas por parasitas ou sofrendo de problemas intestinais - sendo a última hipótese realmente estranha ao imaginar problemas mentias se difundindo numa escala tão imensa e em tão pouco tempo.
Minha opinião? Radiação, meu caro.
A exemplo, do dia 15 de fevereiro um meteorito caiu na região povoada dos Urais, na Rússia, deixando quase mil pessoas feridas. Alguns cientistas russos montaram acampamento na região com o intuito de estudar melhor seus fragmentos, que podem ser a chave dos tektites, um mistério bastante antigo e que ainda não é compreendido pelos pesquisadores.
Tektites são estranhos glóbulos de rochas radioativas, com aspecto de vidro, encontrados em diversas partes do mundo. Supõe-se que sua formação exigiria altas temperaturas, mas a origem vulcânica foi descartada, em função da sua composição molecular bastante peculiar, de tal forma que tektites costumem chegar em meteoros e meteoritos. Não é desconhecido o fato da área que acopla a ex-URSS ser alvo constante dos mesmos, além dos conhecidíssimos (e incrivelmente sigilosos e misteriosos) laboratórios nucleares e antigas bombas explodidas por lá.

0 comentários:

Postar um comentário

Escreva, monstrinho.